Sub-categorias

Notícia

Eva Carneiro denuncia ameaças de morte após deixar Chelsea

Médica deixou os londrinos em setembro de 2015.
26.11.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Eva Carneiro denuncia ameaças de morte após deixar Chelsea
Eva Carneiro (Dir.) e José Mourinho durante um treino do Chelsea Foto Reuters
A antiga médica do Chelsea Eva Carneiro disse ter recebido ameaças de morte após a saída do clube de futebol, no ano passado, numa entrevista publicada hoje pelo Daily Telegraph.

"Apesar de não estar presente nas redes sociais - penso que fiz uma publicação uma vez na vida -, algumas ameaças de violência sexual e de morte apareceram. Eles [os agressores] aparentam ser cobardes sem rosto e muitos deviam responder perante a lei", afirmou Eva Carneiro, ao jornal britânico.

A médica, de 43 anos, deixou o Chelsea em setembro de 2015 depois de ter sido criticada pelo treinador português José Mourinho, por ter entrado no terreno de jogo para assistir um jogador durante o encontro frente ao Swansea.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

Futebol

PJ realiza buscas no Benfica

PJ realiza buscas no Benfica

Em causa crimes de corrupção, no âmbito do caso dos mails. Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra são alvos.

pub