Sub-categorias

Notícia

Eva Carneiro denuncia ameaças de morte após deixar Chelsea

Médica deixou os londrinos em setembro de 2015.
26.11.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Eva Carneiro denuncia ameaças de morte após deixar Chelsea
Eva Carneiro (Dir.) e José Mourinho durante um treino do Chelsea Foto Reuters
A antiga médica do Chelsea Eva Carneiro disse ter recebido ameaças de morte após a saída do clube de futebol, no ano passado, numa entrevista publicada hoje pelo Daily Telegraph.

"Apesar de não estar presente nas redes sociais - penso que fiz uma publicação uma vez na vida -, algumas ameaças de violência sexual e de morte apareceram. Eles [os agressores] aparentam ser cobardes sem rosto e muitos deviam responder perante a lei", afirmou Eva Carneiro, ao jornal britânico.

A médica, de 43 anos, deixou o Chelsea em setembro de 2015 depois de ter sido criticada pelo treinador português José Mourinho, por ter entrado no terreno de jogo para assistir um jogador durante o encontro frente ao Swansea.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub