Goleada do Sporting por cinco em Guimarães sob suspeita

Mensagens revelam suborno. João Aurélio garante que nunca foi abordado por qualquer clube.
Por Tânia Laranjo e Henrique Machado|17.05.18
As suspeitas de corrupção no Sporting, com os mesmos protagonistas que na época 2016/17 viciaram o campeonato de andebol, às ordens do diretor André Geraldes, estendem-se ao futebol profissional e à Liga. Um dos oito jogos em causa diz respeito à terceira jornada desta época, 2017/18, quando o Sporting se deslocou à Cidade Berço para defrontar o Vitória de Guimarães – subornando um atleta adversário. Os leões acabaram por golear o adversário (0-5).

Quem garante ter feito o suborno – ao defesa João Aurélio, para dar espaço aos avançados do Sporting – é Paulo Silva, intermediário, ao telefone. E até dá pormenores sobre o encontro junto ao Estádio D. Afonso Henriques para o pagamento no dia a seguir. Mas o CM sabe que o jogador desmentiu categoricamente o suborno. E ontem contactou o Sindicato dos Jogadores, ao qual pediu ajuda para processar Paulo Silva.

João Aurélio será interrogado e poderá vir a ser constituído arguido por corrupção desportiva, se houver indícios de que efetivamente recebeu dinheiro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!