Sub-categorias

Notícia

Guarda-redes condenado por homicídio pode voltar à prisão

Procuradoria brasileira solicitou a anulação da libertação de Bruno Fernandes.
20.04.17
  • partilhe
  • 1
  • +
A Procuradoria Geral brasileira solicitou esta quinta-feira ao Supremo tribunal do país a anulação da libertação do antigo guarda-redes do Flamengo Bruno Fernandes, condenado em 2013 a 22 anos de prisão pelo homicídio de uma ex-namorada.

Bruno Fernandes, condenado pelos crimes de sequestro, assassinato e ocultação de cadáver da ex-namorada Eliza Samudio, cumpriu apenas um terço da pena, aguardando em liberdade a decisão do recurso apresentado ao supremo tribunal.

O jogador de 32 anos, que representou o Flamengo entre 2006 e 2010, tinha entretanto assinado em março pelo clube Boa Esporte, da segunda divisão brasileira de futebol.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub