Sub-categorias

Notícia

Venda ilegal de bilhetes 'trama' presidente da Juventus

Federação Italiana de Futebol quer castigo de dois anos e meio para Andrea Agnelli.
15.09.17
A comissão disciplinar da Federação Italiana de Futebol pediu esta sexta-feira um castigo de dois anos e meio para o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, por relacionamento ilícito com as claques 'ultra' e favorecimento à venda ilegal de bilhetes.

A justiça da federação transalpina fez este pedido 10 dias depois de Agnelli ter sido eleito presidente da Associação Europeia de Clubes (ECA), sucedendo no cargo da instituição, que tem 220 membros, ao alemão Karl-Heinz Rummenigge, líder do conselho diretivo do Bayern de Munique.

O promotor da federação, Giuseppe Pecoraro, também propôs que a Juventus disputasse dois jogos caseiros à porta fechada, mais um com a bancada sul, reservada aos 'ultras', vazia, bem como uma dura multa 300 milhões de euros.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub