Sub-categorias

Notícia

Vitória dá milhões e relança FC Porto na Champions

Entradas de Brahimi e Corona acabaram com uma hora de equívocos.
Por Mário Pereira|19.10.16
Um golo de André Silva, apontado da marca de grande penalidade, no terceiro minuto do tempo de descontos dado pelo árbitro, permitiu esta terça-feira ao FC Porto somar a primeira vitória na fase de grupos da Liga dos Campeões e relançar por completo as aspirações da equipa na competição. Além claro, de garantir o sempre apetecido bolo de 1,5 milhões de euros que premeia quem soma três pontos.

O triunfo do FC Porto foi sofrido mas merecido. Mas apenas pelo que a equipa fez na última meia hora de jogo. Até essa altura, os comandados de Nuno Espírito Santo andaram a correr atrás de um equívoco que foi o de jogar sem a largura que as entradas de Corona e Brahimi proporcionaram.

Um erro de avaliação do treinador do FC Porto, que apostou numa equipa estreita, quase a asfixiar-se a si mesmo. O Brugge, um mediano conjunto cheio de limitações, aqui e ali a roçar até a ingenuidade, aproveitou a benesse. Entrou bem no jogo e marcou cedo, no pior período dos dragões, literalmente perdidos durante 15 minutos.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Desporto

pub