França é a nova campeã do mundo de futebol

Gauleses batem a Croácia por 4-2 e sagram-se campeões do mundo pela segunda vez.
15.07.18

Foi debaixo de uma chuvada monumental que os jogadores franceses levantaram a taça de campeões do mundo de futebol, depois de uma final emocionate em Moscovo.

Longe dali, milhões de franceses saíram à rua para celebrar a vitória da seleção nas ruas de todo o país. Em Paris, a torre Eiffel encheu-se de gente para celebrar a conquista dos 'bleus' no Mundial.




Franceses celebram nas ruas conquista do Mundial






Vitória da eficácia sobre a ousadia
A França sagrou-se este domingo campeã do mundo de futebol pela segunda vez, ao bater a Croácia por 4-2 no estádio Luzhniki . 

Num jogo em que os Croatas foram atrevidos e criaram vários lances de perigo, valeu a eficácia francesa, a aproveitar um auto-golo e um penálti para chegar ao intervalo em vantagem. 

Na segunda parte, a Croácia voltou a tentar pegar no jogo, mas um tiro de Mbappé e outro de Pogba reduziram a cinzas as esperanças dos croatas, que ainda reduziram por Mandzukic, após fífia monumental de Lloris. 

Ganhou a equipa mais experiente, peranto um adversário que se bateu com valentia.

Mario Mandzukic (18 minutos), na própria baliza, Antoine Griezmann (38), de grande penalidade, Paul Pogba (59) e Kylian Mbappé (65) apontaram os tentos dos franceses, enquanto Ivan Perisic (28) e Mandzukic (69) faturaram para os croatas.

Os gauleses tornar-se a sexta seleção a 'bisar' o título mundial, depois de Itália, Uruguai, Brasil, Alemanha e Argentina, sendo que conquistaram o primeiro título fora de casa, depois do triunfo em solo gaulês, em 1998, selado com um 3-0 ao Brasil na final.

A final do Mundial não registava tantos golos desde 1966, há 52 anos, quando a anfitriã Inglaterra superou a RFA por 4-2, após prolongamento. O recorde de golos numa final remonta a 1958 (5-2 do Brasil à Suécia).

Eis o relato do jogo ao minuto: 

95 ' -Termina o jogo

93' -
Pogba aparece sozinho na área croata, mas fica tão surprrendido que falha o tempo de remate.

92' - Vrsaljko vê amarelo por entrada de carrinho sobre Griezmann.

90' - Nestor Pitana dá mais cinco minutos.

88' -
Perisic tenta mais um cruzamento de longe, mas a bola morre invariavelmente nas mãos de Lloris. França vai controlando o jogo, dando a bola aos croatas.

83' -
Rakitic marca rapidamente uma falta e o árbitro manda repetir por não ter apitado. Croata fica atira-se para o chão e fica a aplaudir o árbitro Nesta, com muito sarcasmo.

81' - Deschamps esgota alterações da França no tempo regulamentar. Giroud dá o lugar a Fékir. Na Croácia, Marko Pjaka rende Strinic.

78' - Susto na área francesa.
Croatas trocam vários passes até ao remate de Rakitic, que passa pouco ao lado da baliza.

72' - França responde com nova substituição.
Sai Matuidi, entra Tolisso.

71' - Alteração na Croácia.
Rebic sai para dar lugar a Kramaric.

68' - GOLO DA CROÁCIA -
Fífia monumental de Lloris, que perde a bola ao tentar fintar Mandzukic, oferecendo o golo ao avançado croata.

65' - GOLEADA EM MOSCOVO.
Tiro de Mbappé do meio da rua dá o quarto golo à França. Croatas parecem ter quebrado animicamente.

60' - Que perigo na área croata.
Franceses cruzam a bola repetidamente, mas ninguém aparece para o remate fatal.

59' - GOLO DA FRANÇA- Paul Pogba faz o 3-1 com um remate colocado à entrada da área croata, após jogada de insistência.
Mais uma vez, era a Croácia que estava por cima no jogo, mas a eficácia gaulesa no ataque tem sido arrasadora.

58' -
Perisic tenta o cruzamento de muito longe, mas a bola aterra nas mãos de Lloris.

54' - Deschamps faz a primeira alteração na França.
N'Zonzi entra para o lugar de Kanté.

52'- Mbappé arranca uma grande cavalgada
que deixa Vida nas covas, e só a boa defesa de Subasic evita o golo dos franceses.

47'- Grande defesa de Lloris,
a evitar o golo a Rebic, após passe fabuloso de Rakitic.

46' - Griezmann dispara à entrada da área,
mas Subasic agarra com segurança.

46' -
Vrsaljko consegue ganhar um cruzamento na direita do ataque da Croácia, mas Lloris agarra.

45'
- Recomeça o jogo no estádio Luzhniki. Não há alterações nas duas equipas

A França chega ao intervalo a vencer a Croácia por 2-1, graças ao auto-golo de Mandzukic e ao penálti convertido por Griezmann. Os croatas entraram melhor no jogo e criaram vários lances de perigo, mas duas jogadas infelizes na defesa deitaram tudo a perder. Perisic ainda empatou num golo nascido de um lance estudado, mas os gauleses voltaram a adiantar-se no marcador. A França tem mostrado dificuldades em travar o jogo croata e em libertar-se para o ataque, mas aproveitou ao máximo as oportunidades que o jogo lhe trouxe.

47' - Intervalo em Moscovo.

45' - Croácia volta a aparecer junto à área francesa em vários lances perigosos.

40' - Lucas Hernandéz vê o segundo cartão amarelo da final, ambos para jogadores franceses.

39' -
Rebic aparece em excelente posição para rematar na área francesa, mas a bola sai muito fraca e Lloris agarra.

38' - GOLO DA FRANÇA. Griezmann cobra o penálti com mestria e não dá hipóteses de defesa a Subasic. França volta a lidera o marcador.

36' - Pénalti para a França. Argentino viu o lance repetidamente no ecrã e aponta para o castigo máximo.

34' - Que perigo na área Croata.
Matuidi aparece a cabecear na sequência de um canto e por pouco não faz golo. Franceses reclamam mão de Perisic, que existe. Árbitro vai ver imagens do vídeo-árbitro.

28' - GOLO DA CROÁCIA -
Perisic dispara uma bola que nasceu de uma jogada combinada na marcação de um livre. Remate fulminante não deu hipóteses de defesa a Lloris. Está reposta a igualdade.

27' -
Kanté derruba Perisic por trás e vê o primeiro cartão amarelo da final.

23' - Matuidi faz um grande passe para Mbappé
, mas aparece Vida a evitar males maiores para a Croácia.

18' - GOLO DA FRANÇA.
Varane aparece oportuníssimo na área a tentar o cabeceamento, mas é um defesa Mandzukic que faz auto-golo. Um golo contra a corrente do jogo, que estava a ser dominado pelos croatas.

15' - Mais uma jogada perigosa da Croácia. 
Perisic escapa-se pela esquerda e centra, com Umtiti a desviar para canto. Coratas entraram bem melhor no jogo.

8' -
Croácia volta a entrar na área francesa, desta vez por Ivan Strinic. Equipa dos balcãs ganha canto

5'
Vrsaljko ganha um cruzamento no lado direito do ataque croata, mas a bola não chega a nenhum companheiro

3' -
Perisic ganha uma bola no meio campo francês e avança para a área adversária, mas demora muito a decidir e fica sem a bola.

0'
- Arranca o jogo no estádio Luzhniki.

França e Croácia disputam este domingo o jogo mais cobiçado por todas as seleções. Moscovo é a cidade anfitriã da final do campeonato do mundo de futebol, que põe frente a frente as duas equipas europeias.

15h57- Ouvem-se os hinos das duas nações. Tudo a postos para o início do jogo.

Onze da França
: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté e Pogba; Mbappé, Griezmann e Matuidi; Giroud.

Onze da Croácia: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic; Brozovic e Rakitic; Rebic, Modric e Perisic; Mandzukic.

15h35 - Começa a cerimónia da final do Mundial, que coloca frente a frente a seleção da Croácia e a equipa da França.

14h36 -
É este o espírito na Croácia antes da final frente à França.


 

13h30 
- Também os fãs franceses vão chegando ao Estádio Luzhniki par a final do Mundial entre franceses e croatas.

13h14 - Adeptos croatas chegam ao estádio onde a Croácia e a equipa da França vão lutar pelo título de campeão mundial.

As seleções de França e Croácia disputam este domingo a final da edição de 2018 do Mundial de futebol, em Moscovo, a qual o favoritismo pende para os franceses, frente a uma Croácia aparentemente mais desgastada.

Os gauleses demonstraram ao longo do torneio ser um conjunto muito compacto a defender, mas também com poder ofensivo quando a isso foram obrigados, tendo apenas empatado o terceiro jogo da primeira fase com a Dinamarca, o único 0-0 até ao momento e com as duas formações já apuradas para os oitavos de final.

Na fase a eliminar, a equipa francesa, que está desejosa de fazer esquecer a derrota de há dois anos na final do 'seu' Europeu frente a Portugal, não teve de disputar qualquer prolongamento, afastando sucessivamente Argentina (4-3), Uruguai (2-0) e Bélgica (1-0).

Do outro lado, surge uma Croácia claramente mais desgastada, seleção que chega a esta final com menos um dia de descanso e com mais 90 minutos de jogo, depois de ter disputado prolongamentos nos três jogos a eliminar.

Igualmente ansiosa por se 'vingar' das meias-finais perdidas há 20 anos para a França, a Croácia ultrapassou dois prolongamentos com desempates por penáltis frente à Dinamarca (1-1ap e 3-2gp) e à Rússia (2-2ap e 4-3gp) e vitória no prolongamento frente à Inglaterra (2-1).

O encontro de hoje está marcado para as 16:00 (horas portuguesas), no estádio Luzhniki, em Moscovo, e será dirigido pelo árbitro argentino Nestor Pitana.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!