Sub-categorias

Notícia

Administradores da Caixa recusam "turbilhão mediático politicamente instrumentalizado"

Contestação entregue no Constitucional explica recusa de entrega de rendimentos.
29.11.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Administradores da Caixa recusam "turbilhão mediático politicamente instrumentalizado"
António Domingues demitiu-se da presidência da administração da Caixa na última sexta-feira Foto Miguel Baltazar

A administração demissionária da Caixa Geral de Depósitos qualifica a polémica que se instalou em redor do banco público como "um turbilhão mediático politicamente instrumentalizado e frequentemente a resvalar para a demagogia populista". A frase consta da pronúncia entregue no Tribunal Constitucional para justificar a recusa da entrega das declarações de rendimentos dos administradores, divulga esta segunda-feira o jornal 'Expresso'.

O documento de 37 páginas usa vasta argumentação jurídica para justificar a não entrega de declarações de rendimentos e património. Mas também são invocados argumentos que vão muito para além do mero campo legal. Os administradores falam de um ambiente hostil que se instalou "a partir de meados do mês de Outubro de 2016" e recusam-se a pactuar com "apreciações de caráter político e supostamente ético" que "atingem o seu bom-nome".

No documento, os administradores lembram que são são pessoas "portadores da dignidade que a estas é constitucionalmente reconhecida e titulares dos direitos, liberdades e garantias à reserva da intimidade da vida privada e familiar".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Economia

pub