Bancos emprestam 919 milhões de euros para compra de casa em julho

Face aos 682 milhões de euros de empréstimos à habitação concedidos no mesmo período em 2017, registou-se um aumento homólogo de 34,8%.
Por Lusa|11.09.18
  • partilhe
  • 0
  • +

Os empréstimos concedidos pelos bancos para habitação totalizaram 919 milhões de euros em julho, com juros médios mais baixos e no mês em que entraram em vigor as novas regras do Banco de Portugal (BdP), divulgou esta terça-feita o supervisor.

O valor emprestado pelos bancos para a compra de casa recuou 71 milhões de euros em julho face aos 990 milhões de euros de junho - mês em que foi atingido o valor mais alto dos últimos oito anos - mas foi, ainda assim, o segundo valor mensal mais elevado desde o início do ano.

Face aos 682 milhões de euros de empréstimos à habitação concedidos em julho de 2017, registou-se um aumento homólogo de 34,8%.

Nas novas operações de crédito a particulares para habitação, a taxa de juro média diminuiu dez pontos base, para 1,35%, o que corresponde a um novo mínimo da série.

Em julho entraram em vigor as novas regras do Banco de Portugal que criam restrições à concessão de novos créditos à habitação e ao consumo, estabelecendo, por exemplo, que as famílias apenas podem gastar metade do seu rendimento com empréstimos bancários.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!