BPP: Clientes mais perto de receber dinheiro

O Tribunal Administrativo de Lisboa declarou "improcedente" a providência cautelar da banca para impedir o Fundo de Garantia de Depósitos (FGD) de financiar o Sistema de Indemnização aos Investidores (SII) para o pagamento aos clientes do BPP.
30.11.10
  • partilhe
  • 0
  • +
BPP: Clientes mais perto de receber dinheiro
Tribunal Administrativo de Lisboa declarou "improcedente" a providência cautelar da banca para impedir o Fundo de Garantia de Depósitos de financiar o Sistema de Indemnização aos Investidores Foto Lusa

A Comissão Directiva do SII revela esta terça-feira, em comunicado, que foi notificada na segunda-feira da sentença que "julgou improcedente o pedido cautelar apresentado pela Associação Portuguesa de Bancos (APB) e por 13 intermediários financeiros" para que o FGD se abstivesse de intervir no accionamento do Fundo.  

O SII revela ainda que foi notificado da "suspensão imediata do procedimento de accionamento do Sistema e, subsidiariamente, de intimação  do SII para se abster de realizar qualquer transferência bancária ou qualquer pagamento nesse âmbito".  

Ambas as decisões têm a decorrer um prazo de recurso.  

De todo o modo, diz ainda a nota do SII, "no contexto das quatro providências cautelares requeridas contra o SII na sequência do accionamento do Sistema ocasionado pelo BPP, três dessas providências foram já declaradas improcedentes", decorrendo ainda um processo idêntico interposto pelo BCP e pelo Activobank. 

O anúncio, feito pela Comissão Directiva do SII, significa que os clientes do Banco Privado Português (BPP) estão mais perto de receber o  dinheiro caso o Tribunal mantenha a decisão para o processo do BCP e pelo Activobank, de contornos semelhantes aos restantes três.  

A falta de liquidez do BPP motivou a intervenção do Banco de Portugal no final de 2008.  

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!