Dois mil milhões em seguros de vida PPR

Os portugueses estão cada vez mais a pensar em complementos à sua reforma, apostando em Planos Poupança Reforma (PPR). Só nos primeiros nove meses do ano, o valor dos prémios em seguros de vida PPR atingia os dois mil milhões por dia.
30.11.09
  • partilhe
  • 0
  • +
Dois mil milhões em seguros de vida PPR
Os certificados de aforro têm perdido rendibilidade ao longo dos últimos meses Foto Jorge Godinho

Os números do Instituto de Seguros de Portugal (ISP) revelam um aumento de 60 por cento face ao mesmo período do ano passado neste tipo de PPR, que é dos poucos a combater a tendência de queda no panorama segurador em Portugal. Seguro automóvel e protecção em acidentes de trabalho estão em clara quebra.

A preocupação de garantir uma reforma que permita manter o estilo de vida tem sido quase nacional, dado que o valor médio das pensões é baixo e aliando-se a isso o facto de o sector segurador garantir que "a rendibilidade dos PPR foi sempre superior à dos depósitos a prazo, quer se faça uma análise de curto, médio ou longo prazo".

Os certificados de aforro, um instrumento de poupança do agrado dos portugueses, não têm dado grandes felicidades aos aforristas. A série C tem estado em queda praticamente desde o momento em que foi lançada, oferecendo, neste momento, apenas um quinto do que dava no início do ano, ou seja, 0,857%.

A rendibilidade dos seguros de vida PPR, detidos por mais de dois milhões de portugueses, foi, nos últimos três anos, de 3,5 por cento, de acordo com os números apresentados por Seixas Vale, presidente da Associação Portuguesa de Seguradores (APS).

PORMENORES

MERCADO

Os PPR podem assumir a forma de Seguros, Fundos de Investimento ou Fundos de Pensões, mas são os seguros que têm a maior quota de mercado.

RENDIBILIDADE

Dos 310 produtos com mais de três anos de existência, 281 atribuíram rendibilidade média neste período igual ou superior a 3%, sendo que a média de 3,5%.

REFORMA

Os portugueses vão perder metade do salário no momento da reforma, segundo um estudo revelado a semana passada sobre pensões em Portugal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!