Fiat quer parceria com a Chysler

O grupo italiano Fiat revelou à administração de Barack Obama que está disposta a revitalizar a Chrysler LLC, através da aquisição de 35 por cento de capital da empresa que se traduz num investimento tecnológico, sem injecção de capital.
06.03.09
  • partilhe
  • 0
  • +

O chefe executivo da Fiat, Sérgio Marchionne, disse na quinta-feira que pretende adquirir 35 % da Chrysler, acordando uma parceria tecnológica com a construtora norte-americana e sem investir qualquer capital.

 

Após uma reunião de duas horas e meia com a tesouraria da Chrysler, Marchionne disse que a Fiat “pode acrescentar valor”, o que seria “fundamental” para a reabilitação da construtora norte-americana.

 

Também na quinta-feira, a Fiat fez uma apresentação aos obrigacionistas da General Motors que negoceiam a redução de dois terços da dívida de 27 mil milhões de doláres  (21,5 mil milhões de euros), nos termos de um acordo que tinha sido selado com o governo dos Estados Unidos

 

A General Motors e à Chrysler já tinham recebido do governo norte-americano 17,4 mil milhões de dólares (13,9 mil milhões de euros) e no mês passado receberam mais 21,6 mil milhões de dólares (17,2 mil milhões de euros) , numa tentativa de as estabilizar até ao fim do mês de Março.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!