"Reduzir IVA da eletricidade não é solução, é apenas paliativo" diz Abel Mateus

Antigo presidente da Autoridade da Concorrência pede que se comece "a pensar no novo plano energético" para Portugal.
Por Lusa|11.09.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O antigo presidente da Autoridade da Concorrência Abel Mateus avisou esta terça-feira que reduzir o IVA da eletricidade "não é solução", mas sim um paliativo para um problema sério, rejeitando que em Portugal tenha havido liberalização deste mercado.

Abel Mateus foi ouvido durante toda a manhã de esta terça-feira na comissão parlamentar de inquérito às rendas da energia, audição na qual deixou um "grito" para que se comece "a pensar no novo plano energético" para Portugal que crie "um sistema eficiente ao menor custo possível para o consumidor".

"Perante este problema tão sério e tão grave do nosso sistema, acho que estar a reduzir o IVA não é solução e é apenas estar a dar um paliativo. Há problemas tão sérios de base que têm de ser atacados", considerou, recordando que 20 dos 28 países têm o IVA normal sobre a eletricidade.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!