Sub-categorias

Notícia

Ministro justifica imposto sobre refrigerantes com "razões de saúde"

Manuel Caldeira Cabral escusou-se a fazer comentários sobre o Orçamento do Estado.
Por Lusa|16.10.16
Ministro justifica imposto sobre refrigerantes com "razões de saúde"
O ministro da Economia Manuel Caldeira Cabral Foto Paulo Novais/Lusa

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, disse este domingo, em Paris, que os impostos sobre refrigerantes "têm a ver com razões de saúde e que têm sido adotados em muitos países".

Em declarações aos jornalistas na feira internacional do setor agroalimentar SIAL, que começou hoje e decorre até 20 de outubro na capital francesa, Manuel Caldeira Cabral escusou-se a fazer comentários sobre o Orçamento do Estado de 2017 (OE2017), justificando que a sua presença em Paris visa "apoiar os exportadores do setor agroalimentar" e que "não há nenhuns novos impostos às empresas que estão a exportar neste setor".

"Aqui estamos a falar de exportação e estamos a falar de impostos que vão afetar uma gama de produtos muito pequena e não são propriamente produtos agroalimentares. São produtos da área das bebidas e que têm a ver com razões de saúde e que têm sido adotados em muitos países", declarou o ministro da Economia.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Economia

pub