"Patrão" da GM demite-se

O "patrão" do gigante automóvel norte-americano General Motors (GM), Rick Wagoner, abandonou o cargo, na sequência de um pedido do Presidente Barack Obama, que exigiu uma profunda reforma também à Chrysler LLC, para que possam receber financiamentos adicionais do Estado.
30.03.09
  • partilhe
  • 0
  • +
"Patrão" da GM demite-se
Rick Wagoner Foto d.r.

Obama admitiu ter esperança na reabilitação da indústria automóvel, mas exigiu pragmatismo e, sobretudo, competitividade à altura de ultrapassar a crise.

Atravessando a pior situação das últimas três décadas, a GM e a Chrysler sobrevivem à custa de uma injecção governamental de 17.400 milhões de dólares (mais de 13.000 milhões de euros), mas precisam de mais 16.600 milhões de dólares (12.500 milhões de euros) e 5000 milhões de dólares (3700 milhões de euros), respectivamente, para continuarem no mercado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!