Porto de Setúbal quer juntar cidade e rio

O presidente da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, Carlos Gouveia Lopes, está optimista com o desenvolvimento da infra-estrutura, traduzida em mais 4,1por cento de tráfego no primeiro trimestre de 2005, e revela vontade da APSS contribuir para o êxito do projecto Polis que está a avançar nas margens do Sado.
03.07.05
  • partilhe
  • 0
  • +
Correio da Manhã – O porto de Setúbal tem ganho dimensão. Que balanço faz?
Carlos Gouveia Lopes – O ano passado foi bastante positivo para o porto de Setúbal que registou um crescimento de 7,1% no tráfego de mercadorias, ultrapassando os 6,5 milhões de toneladas. E não só aumentou o número de navios que escalaram o porto – mais 4% num total de 2124 – como também se verificou um aumento da arqueação bruta em cerca de 5%.
Quanto a 2005, o movimento até ao mês de Abril soma 2426 mil toneladas de mercadorias, representando um acréscimo de 4,1% em relação ao ano anterior. Neste trimestre foram movimentados no porto de Setúbal 81.542 veículos, ou seja mais 8979 do que no ano transacto.
– O Polis de Setúbal abrange áreas portuárias. Como têm decorrido os trabalhos com a Câmara?
– A Câmara de Setúbal e a Sociedade Setúbal Polis encontram-se a desenvolver um Plano de Pormenor relativamente a este projecto. A Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra faz parte da Comissão de Acompanha mento e quer dar um contributo positivo no desenvolvimento do projecto tendo em vista a melhor integração da interface terra-água, aproximando deste modo a cidade e o rio.
– Em relação ao Porto de Sesimbra, têm-se realizado trabalhos de melhoramento?
– O objectivo é procurar responder às necessidades. Nesse sentido foi concluída, no final de 2004, a melhoria das condições ambientais, com relocalização dos edifícios de apoio à pesca. A intervenção englobou a demolição das instalações de apoio à pesca, muito degradadas, a recuperação e requalificação ambiental da zona e a criação de infra-estruturas adequadas à manutenção e recuperação de equi- pamentos das embarcações de pesca. Outro projecto em fase de conclusão é a iluminação do molhe que inclui a construção de um caminho pedonal. E está para breve a adjudicação e início da construção de um troço de cais e rampa no porto de Sesimbra.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!