“Preços podiam baixar”

O antigo presidente da Autoridade da Concorrência Abel Mateus estimou ontem que os combustíveis poderiam ser sete ou oito cêntimos por litro mais baratos em Portugal, caso o Governo promovesse a construção de novos terminais e retirasse a actividade de armazenamento e distribuição das petrolíferas.
17.03.11
  • partilhe
  • 0
  • +
“Preços podiam baixar”
Alterações na lei permitiriam descidas de oito cêntimos Foto DR

"A minha análise é que é possível reduzir sete a oito cêntimos por litro se o Governo adoptar uma série de medidas legislativas e estruturais que já tinham sido propostas em 2004, voltaram a ser propostas pela AdC em 2009 e não foram ainda adoptadas", disse Abel Mateus, à saída de uma audição na Comissão de Assuntos Económicos e Energia.

No entanto, os problemas orçamentais que se vivem em Portugal não aconselham a uma redução da fiscalidade sobre os combustíveis, defendeu ainda Abel Mateus.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!