Sub-categorias

Notícia

Almirantes são mais do que navios

A Marinha conta com mais almirantes no activo e na reserva em efectividade de serviço do que o número de navios em actividade operacional. Ao todo, no final de 2008, existiam 52 almirantes em situação efectiva de serviço, um número superior aos 40 navios operacionais referidos no relatório e contas do Ministério da Defesa de 2007. Face a esta disparidade numérica, a Associação de Praças da Armada (APA) considera que “o número de almirantes é exagerado”, mas o ramo liderado por Melo Gomes argumenta que, “como em qualquer Marinha, não existe uma relação directa entre o quantitativo de oficiais generais e o número de unidades navais.”
25.01.09
  • partilhe
  • 0
  • +
Almirantes são mais do que navios
“Nunca fiz as contas, mas tenho a certeza de que há mais navios do que almirantes”, disse Melo Gomes (à esq.) Foto Luís Forra/lusa

A 31 de Dezembro de 2008, os 52 almirantes na situação de serviço efectivo estavam, segundo a Marinha, assim distribuídos: 23 exerciam funções na estrutura da Armada (segundo decreto-lei 202/93), 18 desempenhavam cargos no ramo na situação de reserva em efectividade de serviço, e 11 estavam colocados em compromissos externos no Ministério da Defesa, no Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), na NATO e na União Europeia.

A Armada argumenta que os almirantes em serviço externo, 'por não exercerem funções concorrentes com a actividade operacional dos navios, não devem ser relacionados com a esquadra'. E garante que 'o quadro de oficiais-generais reflecte as necessidades globais da Marinha em termos de cargos de topo, tanto na estrutura operacional, como nas estruturas administrativa e de apoio, indispensáveis à sustentação da componente naval do Sistema de Forças .'

Só que um oficial da Armada, que solicitou o anonimato, frisa que, 'dentro do ramo, nós temos a noção de que o número de almirantes é desproporcionado com o número de navios', até porque hoje 'não faz sentido termos tantos almirantes.' E Luís Reis, presidente da APA, garante que 'há almirantes em determinados serviços que têm meia dúzia de homens sob o seu comando.'

PORMENORES

MEIOS NAVAIS

No total de 40 navios, 24 são lanchas de fiscalização, fragatas e corvetas.

VENCIMENTOS

Os generais ganham entre 3518 euros e 4651 euros, acrescido do subsídio da condição militar.

ASSESSORIA

Os 18 almirantes na reserva em efectividade de serviço têm funções de conselho/assessoria na Marinha. Em 2007, o ramo tinha 10 046 efectivos.

MELO GOMES CONTESTOU DOCUMENTOS

A 13 de Fevereiro de 2008, durante uma operação de treino na ria Formosa, o chefe de Estado-Maior da Armada (CEMA) foi categórico: 'Nunca fiz as contas, mas tenho a certeza de que há mais navios do que almirantes.'

Com esta declaração, Melo Gomes contestava os documentos que circulavam no interior da Marinha que garantiam que havia mais almirantes ao serviço do que navios. Certo é que a soma de todos os almirantes em efectividade de funções acaba por superar em 12 o número de navios em actividade operacional.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Exclusivos

pub