Sub-categorias

Notícia

Predador sexual ataca em cemitérios

Jovem de 29 anos tentou violar cinco mulheres, duas delas viúvas que visitavam a campa dos maridos. Uma vítima, que perdeu o filho, foi agredida
07.07.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Predador sexual ataca em cemitérios
Mauro M. foi detido por tentar violar cinco mulheres, duas das quais viúvas. Uma das vítimas foi atacada depois de arranjar a campa do filho no cemitério de Covelinhas, no Peso da Régua Foto Joana Neves Correia

"Foi um horror. Ele atirou-me ao chão e pôs-se em cima de mim despido da cintura para baixo." Maria (nome fictício), de 57 anos, ainda não se refez do susto de ter sido alvo de uma tentativa de violação, em Março, quando saía do cemitério de Covelinhas, em Peso da Régua. O predador sexual, um jovem de 29 anos, fez pelo menos mais quatro vítimas, duas das quais viúvas. Foi anteontem apanhado pela Polícia Judiciária de Vila Real.

O caso de Maria é semelhante ao das outras vítimas de Mauro M., residente em Lamego. "Fui ao cemitério e vi um rapaz a passar de carro. Estive a arranjar a campa do meu filho e, quando ia a sair, vi aquele rapaz. Atirou-me ao chão, tentou tocar-me, mas magoou-se e consegui fugir nesse instante", conta ao CM.

A tentativa de violação de Maria, em Março deste ano, foi um dos crimes mais recentes de Mauro M.

O modo de actuação era quase sempre idêntico: o predador escolhia locais mais ermos, como os cemitérios e algumas estradas de Peso da Régua e Santa Marta de Penaguião, para atacar. Recorria à força para conseguir levar a cabo os seus impulsos sexuais, exibia o pénis erecto e masturbava-se no local do crime. Actuou quase sempre despido da cintura para baixo, mas nunca conseguiu consumar as violações porque as vítimas fugiram.

A primeira queixa a chegar à GNR foi a 5 de Abril de 2009. A vítima, na altura com 70 anos, foi atacada quando estava a arranjar a campa do marido num cemitério de Santa Marta de Penaguião.

No total, fez pelo menos cinco vítimas, entre os 51 e os 70 anos. Mauro M. foi anteontem detido pela PJ de Vila Real e presente ontem ao Tribunal do Peso da Régua.

O homem confessou os crimes em tribunal e saiu em liberdade. No entanto, ficou obrigado a fazer tratamento médico para a sua compulsão sexual e está proibido de sair da sua área de residência, na freguesia de Sande, em Lamego.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Exclusivos

Exclusivos

Sócrates tenta calar CM

Sócrates tenta calar CM

Investigação do Correio da Manhã aos negócios de Maria Adelaide e Carlos Santos Silva irritavam José Sócrates.

pub