Advogado de Bárbara Guimarães pede pena efetiva para Carrilho

Defesa da apresentadora quer condenar ex-ministro a três anos e dez meses de prisão.
27.11.17
O advogado de Bárbara Guimarães pediu esta segunda-feira uma pena efetiva de prisão de três anos e 10 meses para ex-ministro Manuel Maria Carrilho, considerando que foi provado o crime de violência doméstica e vários de difamação.

Em mais de três horas de alegações, o advogado Pedro Reis disse que Carrilho "exerceu várias vezes pressão física e psicológica" contra a ex-mulher, Bárbara Guimarães, com o intuito de a "humilhar e rebaixar publicamente, provocando-lhe danos psicológicos irreparáveis", nomeadamente entre outubro e dezembro de 2013.

Para o advogado, Manuel Maria Carrilho tem uma "personalidade complexa" e é "narcísico, vaidoso, egocêntrico, inseguro", tendo agredido física e psicologicamente Bárbara Guimarães desde que, em janeiro de 2013, soube que a apresentadora queria o divórcio.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!