Sub-categorias

Notícia

Médico legista confirma que Chris Cornell se suicidou

Voz dos Soundgarden foi encontrada num quarto de hotel com uma fita à volta do pescoço.
18.05.17

Chris Cornell, vocalista das bandas Soundgarden e Audioslave, morreu em Detroit, por enforcamento, segundo determinou hoje o médico de medicina legal encargado pelo caso.

"Baseámo-nos nas nossas observações, investigámos o acontecimento como um possível suicídio", disse o diretor de comunicação da polícia de Detroit, no Estado do Michigan, Michel Woody, acrescentando: "Não vamos comentar especificamente porquê".

O cantor foi descoberto por um amigo num quarto de hotel em Detroit, onde os Soundgarden tocaram horas antes, na quarta-feira. Chris tinha uma fita enrolada à volta do pescoço.

O TMZ revela que não foi encontrado sangue e que polícia suspeita de suicídio. O amigo de Cornell teve de forçar a porta para entrar no quarto onde o músico pernoitava.

Um relatório da polícia de Detroit descreve que Chris Cornell, de 52 anos, estava num quarto do hotel MGM Grand Detroit. A mulher do cantor terá ligado para saber dele, e não terá tido resposta.

Voz fundamental do movimento Grunge

Cornell tornou-se conhecido do grande público com a banda Soundgarden, criada em Seattle em 1984. A banda foi uma das mais bem sucedidas do movimento Grunge, na senda dos Nirvana ou Pearl Jam. Esteve também na formação dos Temple of the Dog, a banda que viria a dar origem aos Pearl Jam.

Curiosamente, Cornell começou a tocar bateria nos Soundgarden, mas assumiu rapidamente as funções de vocalista e guitarra ritmo. O grupo dissolveu-se no final dos anos 1990 e Cornell iniciou uma carreira a solo. Mas haveria de participar no supergrupo que o reuniu aos membros dos extintos Rage Against the Machine. Os Audioslave tiveram uma carreira curta - duraram entre 2002 e 2007 -  mas com grande sucesso.

Doze anos depois do último concerto, os Audioslave tinham voltado a juntar-se em janeiro e atuaram numa noite de protesto contra a tomada de posse do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Os Audioslave, que integram músicos dos Rage Against The Machine e dos Soundgarden, atuaram no Teragram Ballroom, em Los Angeles, numa noite programada pelos Prophets of Rage e intitulada "Power to the people". A banda formou-se em 2002 depois, do ex-vocalista dos Soundgarden Chris Cornell se ter juntado aos membros dos Rage Against the Machine Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk.

Em 2012, os Soundgarden voltaram a juntar-se e chegaram a gravar um novo disco. A banda estava neste momento a fazer uma digressão. O músico deixou uma mensagem na sua conta de Twitter poucas horas antes do concerto em Detroit, em que mostrava a sua satisfação por estar "de volta à Rock City":

Numa mensagem publicada no twitter dos Soundgarden, Cornell partilhou um vídeo dos primeiros tempos da banda, que mostra os músicos em viagem de carrinha. E explicava que estava ansioso por recuperar "a camaradagem" desses tempos.

Foram partilhados na net vários vídeos da última atuação dos Soundgarden, horas antes da morte de Cornell.



 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Famosos

pub