Carrilho absolvido de difamação

Ex-ministro da Cultura foi acusado por parte de Pedro Reis.
20.12.17
Manuel Maria Carrilho foi absolvido num processo em que estava acusado de difamação agravada por parte do advogado de Bárbara Guimarães, que exigia dez mil euros por danos morais.

Pedro Reis acusava o ex-ministro da Cultura de o ter insultado durante uma audiência.

"Quando cheguei ao aeroporto recebi una carta pessimamente escrita pela Bárbara a dizer que tinha posto o divórcio. Foi esse jagunço, esse tipo que a entregou", relatou Carrilho, o que o advogado de Bárbara entendeu como um insulto pessoal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!