Luciana Abreu temeu pela vida das suas gémeas

Atriz fala dos momentos dramáticos que viveu no parto das gémeas: “Pensei que não as ia ver mais”.
Por Rute Lourenço|29.04.18
Quatro meses depois de ter dado à luz as gémeas prematuras Amoor e Valentine, Luciana Abreu quebrou o silêncio para recordar os momentos de terror que viveu ao saber que as bebés e ela própria corriam risco de vida. "Eu sabia que dentro daquela ambulância [a caminho da Maternidade Alfredo da Costa], podíamos as três não chegar a tempo [...] Não me lembro de me despir. Só me lembro de estar na sala de partos. Não era permitido assistir, mas deixaram que o Daniel [marido] estivesse lá.

Nessa altura, eu percebi que podia não sair dali... Mas eu tinha de aguentar, era a minha missão", lembra em entrevista ao ‘Alta Definição’, acrescentando que entrou em desespero quando viu as filhas pela primeira vez. "A Valentine nasceu primeiro e nem chorou... Não era roxa, era cinzenta escura, era ossos… Pensei que não as ia ver mais".

Os dois meses seguintes foram de angústia com as bebés na incubadora. "Primeiro só podia vê-las, depois tocar, mas sempre na incubadora. Eram do tamanho da minha mão... Tinha tanto medo de as magoar", recorda emocionada.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!