Tribunal condena pais de Angélico a pagar 1,5 milhões

Juiz diz que excesso de velocidade foi a causa do despiste que vitimou o ator.
Por Ana Isabel Fonseca|03.01.17
Os pais de Angélico Vieira foram condenados a pagar, juntamente com o Fundo de Garantia Automóvel (FGA), uma indemnização de quase 1,5 milhões de euros a Armanda Leite, a jovem que sofreu graves sequelas físicas e mentais no acidente que vitimou o cantor em junho de 2011.

O juiz do Tribunal de Aveiro considerou que foi o excesso de velocidade que provocou o despiste do BMW 635. "O veículo seguia a uma velocidade não inferior a 200 km/h, valor manifestamente excessivo para o local, dadas, não só, as limitações legais, mas também as regras de bom senso que devem imperar na condução", diz a sentença. A condenação é solidária e, caso se confirme, o FGA deverá assumir o pagamento da indemnização à jovem, de 22 anos, e depois avançar com uma ação contra os pais do cantor para reaver o dinheiro.
Tribunal condena pais de Angélico a pagar 1,5 milhões

Neste caso, o stand Impocar, de onde saiu o BMW, foi ilibado, mas o Fundo poderá também vir a intentar uma ação contra este por o carro não ter seguro. A defesa dos pais do cantor diz que vai recorrer. Já João Magalhães, que representa o stand, afirmou que esta sentença "espelha a verdade".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!