Sub-categorias

Notícia

Casal de octogenários atacado em casa por polícia de elite

Morada dos idosos confundida com a de líder de gangue criminoso
Por José Carlos Marques|21.04.17
Casal de octogenários atacado em casa por polícia de elite
Unida de elite dos Mossos d'Esquadra, polícia de Barcelona Foto EPA

"Senti um ‘pum pum’ e a porta foi abaixo com foguetes a rebentar. Não sei o que era aquilo, mas veio uma grande fumarada. Primeiro, pensei que tinham entrado para me roubar. Não lhes via a cara, porque vinham todos encapuzados. Perguntei-lhes, ‘que se passa aqui?’. E um deles mandou-me calar e encostou uma pistola à minha barriga. Empurrou-me para o sofá."

O relato de Antonio López ao jornal espanhol El País descreve a bizarra operação de uma unidade de elite dos Mossos d’ Esquadra, a polícia da Catalunha. Pelas seis da manhã de quarta-feira, os polícias fortemente armados irromperam pela casa de António, de 88ª nos e da mulher. Dolores Criado, com a mesma idade.

Só demasiado tarde os polícias deram conta de que se tinham enganado na morada. O homem que procuravam, um dominicano suspeito de crimes com armas de fogo entre gangues criminosos rivais, morava no piso por debaixo dos idosos.

O homem acabou por ser detido pouco depois da invasão da casa errada. Mas o mal estava feito. "Depois, um dos polícias veio ter connosco e pôs-se de joelhos a pedir perdão". Mas António está pouco inclinado a aceitar as desculpas. "Isto não tem perdão", diz ao El País.

A polícia reconheceu o erro e mandou agentes de Santa Coloma de Gramenet acompanhar o casal até que a porta arrobada esteja reparada. O que ainda não aconteceu. O susto, esse, fica para a vida.

Mais notícias

Mais notícias de Insólitos

pub