Sub-categorias

Notícia

Chineses apanhados a vender cadáver de mulher para casamento

Um grupo criminoso chinês foi apanhado pelas autoridades a tentar vender o cadáver de uma mulher recém-sepultada para fazer um 'casamento-fantasma'. Esta tradição, bastante comum nas zonas rurais e que está a regressar em força no país asiático, consiste em arranjar esposas para homens que tenham falecido solteiros, o que visa impedir que continuem sozinhos na vida eterna.
23.02.12
  • partilhe
  • 0
  • +
Chineses apanhados a vender cadáver de mulher para casamento
Tradição dos 'casamentos-fantasma' foi combatida pelo regime comunista Foto D.R.

O cadáver da mulher já tinha sido vendido pela própria família, residente na província de Herbei, por cerca de quatro mil euros, para juntar-se a outro cadáver.

No entanto, os saqueadores de sepulturas roubaram os restos mortais já com outro comprador em vista, tendo feito um desconto de 500 euros para compensar a decomposição.

Apesar da perseguição das autoridades de Pequim, nos últimos anos desenvolveu-se um mercado negro de cadáveres, levando a que um homem tenha sido preso há cinco anos por assassinar seis mulheres, alegando que dava menos trabalho fazê-lo do que desenterrar cadáveres.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Insólitos

pub