Sub-categorias

Notícia

Monge é banido de templo por roubar cuecas

Budista roubou seis pares de cuecas de um estendal.
07.02.18

Um monge budista foi expulso do templo a que pertencia depois de ter sido apanhado, através de uma câmara de vigilância, a roubar cuecas de mulher de um estendal. O caso aconteceu na semana passada em Suphaburi, na Tailândia.



A descoberta foi feita por um dos morados do prédio, Theeraphap Worradilok, que começou a notar que faltavam vários pares de cuecas da mulher e da filha. O homem decidiu verificar as gravações do local e deparou-se com o monge a levar as peças de roupa.

"A roupa interior não é muito cara. A minha mulher pode comprar mais, apesar de gostar muito de um dos pares roubados", revelou o homem à imprensa local. Para este, o mais importante era informar as mulheres do que se estava a passar. "Foi por essa razão que denunciei a situação", rematou.

As autoridades locais já emitiram um comunicado no qual afirmaram que estão à procura do homem para que seja devidamente acusado de roubo. "Entrevistámos o abade que nos revelou que o monge deveria estar confuso, pois tinha parado de tomar a medicação. No entanto, já manchou a reputação que tinha no templo", sublinharam.



pub

pub