Sub-categorias

Notícia

“Hoje em dia, os pais andam mais ansiosos"

Mário Cordeiro diz que todos somos ‘millennials’ e que o que distingue as famílias atuais é a forma como algumas se sentam à mesa.
Por Vanessa Fidalgo|04.12.17
  • partilhe
  • 1
  • +
“Hoje em dia, os pais andam mais ansiosos"
Mário Cordeiro

Epidemiologista e pediatra de referência para os pais portugueses, Mário Cordeiro acredita que a tecnologia está a pôr em causa a proximidade entre pais e filhos, mas nem por isso os jovens andam mais informados sobre a sexualidade ou comportamentos de risco. Uma entrevista sobre como os tempos modernos influenciam os temas de sempre.

Os adolescentes de hoje têm menos ou mais tendência para comportamentos de risco?

Não gosto da expressão ‘comportamentos de risco’, porque tudo comporta um certo grau de risco. Prefiro a expressão ‘risco acrescido’. E é difícil comparar gerações, sobretudo num país e num mundo onde a evolução sociológica, tecnológica e educacional é tão abissal. Todas as gerações têm condutas de experimentação. No fundo, é chegar a uma idade em que descobrem um ‘menu da adultícia’ e querem, como é normal, provar esse menu. Temos é de detetar o que podem ser riscos e debater com os próprios o que eles já sabem, se o que sabem é correto, e acrescer a esse conhecimento outras coisas que sejam importantes. Informação, só por si, sobretudo nas overdoses atuais, não chega. É preciso debatê-la. Os adolescentes e as crianças precisam sobretudo de mais informação científica para não darem ouvido a asneiras. Não se faz ideia da ignorância que têm a nível relacional.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Domingo

Escolhas

Dois utópicos conversadores

Dois utópicos conversadores

Uma nova editora apresenta um diálogo avassalador e divertido entre dois nomes grandes da cultura nacional.

Domingo

Um GPS de cientistas

Um GPS de cientistas

O projeto da FFMS referencia e liga há um ano 3500 portugueses que fazem ciência em 19 países.

Domingo

Tablets pesam menos

Tablets pesam menos

É um argumento a favor da tecnologia. Em Portugal, alguns colégios privados já substituíram os livros.

Domingo

A Privatização dos CTT

A Privatização dos CTT

Compreendo que muito se alterou desde D. Manuel II, mas quando se muda é de esperar que seja para melhor.

pub