Sub-categorias

Notícia

Joana de Verona: “Este País não é para novos”

Diz a actriz de ‘Como Desenhar um Círculo Perfeito’ sobre o contexto actual no País. Preocupa-a, sobretudo, que Passos Coelho aconselhe a emigrar e que os jovens tenham falta de oportunidades e de emprego
05.02.12
  • partilhe
  • 0
  • 0
Joana de Verona: “Este País não é para novos”
Foto Mariline Alves

Nasceu há 22 anos mas já tem um currículo de respeito no teatro e no cinema português. ‘Como desenhar um círculo perfeito’ pô-la em pé de igualdade com a consagrada glória pires num festival brasileiro. em 2010 recebeu no Estoril Film Festival o prémio de jovem actriz de cinema pelo filme ‘Mistérios de Lisboa’.

Tinha 16 anos quando entrou nos ‘Morangos com Açúcar’, mas, desde então, trilhou um caminho longe da televisão e mais perto do teatro e do cinema, onde, aliás, já tinha estado. Joana de Verona não teve um percurso normal para a sua geração e desdobra-se em múltiplos trabalhos.

Aos 12 anos participava numa produção da Globo, ‘A Presença de Anita’, no Brasil, onde nasceu, embora tenha vindo para Portugal com um ano. Como ‘Sofia’, de ‘Como Desenhar Um Círculo Perfeito’, e ‘Eugénia’, de ‘Os Mistérios de Lisboa’, deu que falar. Agora está em ‘Rafa’, de João Salaviza, curta-metragem seleccionada para o Festival de Cinema de Berlim.

Qual é o seu nível de satisfação ao ler esta notícia?
  • Muito insatisfeito
  • Muito satisfeito
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)

Mais notícias

Mais notícias de Domingo

Domingo

A cidade dos padrinhos

A cidade dos padrinhos

A autarquia deu emprego à filha do mafioso que queria matar o ministro do Interior.

Domingo

Diz-me de que ano és...

... e eu digo-te a que geração pertences. Houve os x, y e z, mas agora são os ‘nem-nem’ que dão que falar.

Escolhas

O microondas

O microondas

AS TRÊS REVOLUÇÕES A QUE ASSISTI SOBRE A FORMA COMO AS FAMÍLIAS SE REÚNEM À MESA, A MAIS TRANSFORMADORA FOI A DESTE PEQUENO ELECTRODOMÉSTICO

pub