Sub-categorias

Notícia

O futuro passa por aqui

Chega ao 10º aniversário um pequeno festival que paulatinamente se foi tornando num modelo do alternativo
16.07.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O futuro passa por aqui
Foto Nuno Fernandes Veiga
Por Adolfo Luxúria Canibal

Pioneiro no conceito de festival-experiência, com os concertos à borda da piscina como imagem de marca, apostando numa programação centrada em descobertas, em que a estreia de nomes que só depois conquistam a ribalta, como Alt-J, Jacco Gardner, Mikal Cronin ou Ho99o9, é uma constante, o Milhões de Festa celebra em 2017 a sua 10ª edição com o título de derradeiro dos festivais alternativos. Com quatro palcos pela cidade, é no palco Taina, de acesso gratuito e situado numa plataforma sobranceira ao rio Cávado, que tem a sua montra de divulgação a fazer a transição entre a piscina e o recinto propriamente dito. O mítico palco Piscina, que abre às 14h30 e encerra ao fim da tarde, situa-se em plena piscina municipal e garante os momentos mais carismáticos, independentemente de quem se apresente a tocar, com a assistência na água ou estendida pelo relvado ou sentada na esplanada à sombra dos guarda-sóis…

CARTAZ
Este ano passam por lá, entre outros, a eletrónica lânguida e arábica do turco Mehmet Aslam e a parafernália bric-à-brac dos neozelandeses Orchestra of Spheres (dia 21), a explosão cibernética em descargas percussivas dos britânicos Sly & The Family Drone (dia 22) e o jazz mantra do indiano Sarathy Korwar (23). Mas é depois, pela noite fora, no Parque Fluvial da cidade, com dois palcos em funcionamento alternado, que o festival explode. Dia 20 abre apenas o palco Milhões, com o metal dos britânicos 7xPigs como atrativo principal. Nos dias seguintes desfilam, entre outros, as lendas do krautrock alemão Faust, associados aos britânicos Gnod, e o punk free dos holandeses Cocaine Piss (21), o psy dos suecos Graveyard, o noise dos londrinos Sex Swing e o spoken word da norte-americana Moor Mother (22), o surf punk dos californianos Meatbodies, o pop desconstruído dos nossos Pop Dell’Arte e o hardcore dos ingleses Bad Breeding (23). Tudo motivos mais que suficientes para ir a Barcelos…

Festival: Milhões de Festa

Local: Parque Fluvial de Barcelos, Piscina Municipal de Barcelos

Datas: 20, 21, 22 e 23 de julho

FILMES

RETORNO AO TEMPO DA INOCÊNCIA

Uma caixa com três obras essenciais de pioneiros do cinema russo, desse tempo em que as possibilidades da nova arte eram exploradas avidamente, produzindo obras-primas como ‘O Homem da Câmara de Filmar’, de Dziga Vertov, ‘Arsenal’, de Aleksandr Dovzhenko, ou ‘A Casa na Praça Trubnaia’, de Boris Barnet.

Títulos: ‘O Homem da Câmara de Filmar’, de Dziga Vertov; ‘Arsenal’, de Aleksandr Dovzhenko; ‘A Casa na Praça Trubnaia’, de Boris Barnet

À venda: DVD 

DISCO

ALQUIMIA DA SOLIDÃO E DA VIDA URBANA

Descendente de Dylan e Cohen, narrador arrebatado das cidades e das multidões que trazem o anonimato, das luzes que transfiguram a noite, o nova-iorquino Kevin Morby, com a sua voz calorosa, sublima as palavras em baladas sombrias e solitárias sobre deambulações urbanas e meditações acerca da morte. 

Título: 'City Music'

Interpretação: Kevin Morby

Editora: Dead Oceans

FILME

OS VASOS COMUNICANTES DO QUOTIDIANO

Ao célebre poema de William Carlos Williams, Jarmusch junta a cidade homónima que o inspirou e um protagonista com o mesmo nome, poeta e motorista, que por ela circula em percursos repetidos, num constante e irónico jogo de rimas e espelhos que compõem uma espécie de reflexão sobre a criação artística.

Título: ‘Paterson’

Realizador: Jim Jarmusch

Interpretação: Adam Driver

Exibição: Cinemas

FUGIR DE

ROGER WATERS

Aparentemente cansado de insuflar pompa e mais pompa ao insuportável ‘The Wall’, Roger Waters passa agora aos sucedâneos de ‘The Final Cut’, o último disco dos Pink Floyd com a sua assinatura. É o que é este megalómano e anacrónico ‘Is This The Life We Really Want?’, conjunto de temas saídos de uma mesma forma, em tudo similar à utilizada para a composição desse disco de 1982 que, na origem, já era uma revisitação do ‘The Wall’, a serem veículo para as suas lucubrações existenciais e vagamente político-paranoicas. Não há pachorra!

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Domingo

Domingo

Tecnologia Anti-Drone

Tecnologia Anti-Drone

Canhões que lançam redes ou sistemas que desativam sinal de GPS e wi-fi ajudam a evitar acidentes.

Domingo

Paula Araújo Silva: Dura nos combates

Paula Araújo Silva: Dura nos combates

A diretora-geral do Património Cultural ponderou demitir-se depois do polémico jantar no Panteão Nacional. Frontal, tem facilidade em fazer inimigos e não teme quem lhe faz frente.

Domingo

Tecnologia de corrida

Tecnologia de corrida

Há uma app que permite seguir o maratonista. Relógios que gerem treinos e calçado inteligente.

Domingo

De olhos postos no futuro

De olhos postos no futuro

Os 25 anos de ‘Mutantes S.21’ comemorados com um espectáculo novo que cruza arte digital e ilustração.

pub