Noivos de Santo António casados para a vida

Primeiros noivos de Santo António explicam o que mudou em 50 anos.
Por José Carlos Marques|26.04.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Noivos de Santo António casados para a vida
Alda Santos esteve na primeira edição dos Noivos de Santo António Foto David Martins

Foi por uma tia que Alda Santos soube da iniciativa do ‘Diário Popular’: em 1958, o vespertino lisboeta anunciava a realização da primeira edição dos Noivos de Santo António. "Tinha ficado órfã da minha mãe há pouco tempo, namorava há três meses e eles pagavam a cerimónia, os fatos, o copo de água. Pareceu-me uma excelente oportunidade", lembra Alda, hoje com 76 anos. Tinha 19  quando casou com Alexandre Gasparinho, o "bonitão" do bairro de Campo de Ourique, o amor da sua vida. Viveram juntos até a morte o levar, há 19 anos.

"Tivemos uma vida feliz", conta Alda. Naquele tempo, viviam em Portugal cerca de 8,8 milhões de pessoas, mas o número de casamentos era incomparavelmente mais elevado – em 1960 celebraram-se 70 mil casamentos, mais do dobro dos 32 mil de 2013. Mais radical ainda é a diferença no número de divórcios. Dois anos depois de Alda Santos se casar, registaram-se em Portugal apenas 749 divórcios – em 2013 registaram-se 22,5 mil. As explicações para tamanhas mudanças são muitas, mas Alda Santos aponta diferenças nas mentalidades. Deles e delas.

"Antigamente, maridos e mulheres tinham mais respeito uns pelos outros. Davam tempo para se conhecerem, não desistiam à primeira contrariedade. Hoje, parece que não se perdoa nada, os casamentos acabam rapidamente." E se antes eram os homens quem muitas vezes prevaricavam, procurando outros braços que não os da legítima mulher, Alda nota que hoje "elas deslizam tanto como eles, porque as mentalidades mudaram muito".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Pontes07.05.15
    Mudança tangível foi a derrota que sofreram pelo efeito da força da gravidade sempre atuante sobre suas respectivas carcaças...
1 Comentário
  • De Pontes07.05.15
    Mudança tangível foi a derrota que sofreram pelo efeito da força da gravidade sempre atuante sobre suas respectivas carcaças...
    Responder
     
     -2
    !