Sub-categorias

Destaques principais

Mortes Violentas

Moimenta da Beira

Vítor Pinto, que vivia como sem-abrigo numa escola inativa, foi atingido com dois tiros no peito. O homicida agiu na sequência de uma acusação da vítima, que reclamava uma dívida de 1500 euros.

Mortes Violentas

Sobral de Monte Agraço

Verónica Fonseca foi baleada no interior do café ‘A Beta’, na aldeia de Pero Negro, em Sobral de Monte Agraço. O homicida, Armando Silva, de 60 anos, matou ainda Eduardo Santos (57 anos).

Mortes Violentas

Sobral de Monte Agraço

Eduardo Santos foi baleado no interior do café ‘A Beta’, na aldeia de Pero Negro, em Sobral de Monte Agraço. O homicida, Armando Silva, de 60 anos, matou ainda Verónica Fonseca (57 anos).

Mortes Violentas

Loures

Admilson Varela, de 26 anos, foi morto com uma facada no peito durante uma rixa entre jovens. O caso ocorreu no bairro Quinta do Mocho, em sacavém, Loures.

pub

Moita

Após uma discussão, Afonso pegou numa faca de cozinha e acertou no pescoço da mulher, Amélia. A mulher foi ainda levada com vida para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos. O homicida acabou por confessar o crime a algumas pessoas junto a um café de que é frequentador

Mortes Violentas

Caldas da Rainha

A vítima foi atingida com uma pedra na cabeça e asfixiada com um lençol. Nada fazia prever este desfecho, apesar de José Correia, marido acusado do crime, estar a sofrer uma depressão, dizem os vizinhos, por não ter emprego fixo.

Mortes Violentas

Faro

Elza foi encontrada na sua casa, com vários golpes no tórax.O principal suspeito do crime é um homem que vivia com Elza, que terá esfaqueado a amiga por ciúmes.

Mortes Violentas

Montijo

Após uma discussão com o pai, o filho de Maria de Lourdes Carvalho, Ricardo, pegou numa arma artesanal e matou os próprios pais. A arma foi construída a partir de uma forquilha.

Mortes Violentas

Montijo

Após uma discussão com o pai, o filho de Marcelino Carvalho, Ricardo, pegou numa arma artesanal e matou os próprios pais. A arma foi construída a partir de uma forquilha.

Mortes Violentas

Porto

Levou uma facada depois de estacionar o seu automóvel num local pouco indicado. O assassino não gostou de ver o carro parado à porta da sua casa e dirigiu-se ao condutor, acertando-lhe com uma faca no peito.

pub

Mortes Violentas

Alcácer do Sal

O cabo do Grupo de Forcados Amadores de Montemor, foi esfaqueado durante uma rixa, nas festas de Alcácer do Sal.

Mortes Violentas

Lisboa

Uma rixa entre dezenas de pessoas desencadeou a agressão fatal. No meio da confusão, Ailton foi atingido Por uma faca e morreu no local.

Mortes Violentas

Arcos de Valdevez

Foi esfaqueado perto de uma pastelaria, após desacatos em discoteca. A vítima, Bruno Brito, conseguiu ainda chegar ao Hospital de Viana do Castelo, onde faleceu na manhã seguinte

Alenquer

Um homem foi reclamar o pagamento por trabalhos feitos em propriedades da vítima. A conversa azedou e o trabalhador rural pegou numa sachola e atacou a mulher. A bisneta da vítima mortal, com apenas dois anos, foi tambem agredida e ficou em estado grave.

Internacional

Benavente

António estava no parque de estacionamento do estabelecimento comercial quando foi atingido por quatro tiros, disparados pelo próprio primo.

Internacional

Loures

Inês encontrava-se com a amiga Mónica à porta de um infantário e foi baleada pelo ex-marido da amiga.

Internacional

Loures

Pedro Magalhães, ex-marido de Mónica, estava revoltado com a separação e matou a ex-mulher e uma amiga. O crime ocorreu à porta de um infantário, e o assassino suicidou-se momentos depois.

Internacional

Quarteira

Filipe Monteiro foi assassinado à facada pela companheira, Vera, que deixou a filha de cinco anos em casa para seguir o namorado até um bar.

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)

Multimédia: Fotos, Vídeos e Infografias

Também em destaque