Sub-categorias

Notícia

Mulher dada como curada morre de cancro logo após casar

Médicos desvalorizaram nódulo e disseram que se tratava de stress associado ao casamento.
13.11.17

Leah Debono, uma australiana de 29 anos, morreu em janeiro, poucos meses depois de casar, vítima de cancro que se espalhou em várias partes do corpo, incluindo cérebro, fígado, pulmões, baço e ossos, segundo conta o Independent.

A família garante que a rapariga se dirigiu várias vezes ao hospital e que os médicos disseram que o nódulo que apareceu no braço era inofensivo. 

Já em 2013, Debono tinha vencido a batalha contra um melanoma em fase avançada. A doença, voltou a atacar, mas os médicos não se aperceberam e relacionaram os sintomas ao stress do casamento. 

O marido chegou a pensar que a rapariga poderia estar grávida. Mas, depois de casarem, a rapariga desmaiou no trabalho e deu entrada no hospital, onde veio a morrer. A família exige agora um esclarecimento por parte dos médicos. 

Ao programa '60 Minutos' da televisão australiana, o pai da jovem lembrou a situação vivida: "Vi o último suspiro. É realmente cruel". "No momento do casamento, ela já estava com cancro, e já estava com um tumor cerebral", acrescentou. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub