Adolescente com cancro terminal tem bebé ‘milagre’

Jovem britânica começou tratamentos antes do parto.
13.01.18

Dana Scattan, de 17 anos, estava grávida de sete meses e meio quando recebeu a pior notícia da sua vida. Tinha cancro no cérebro em estado terminal e restavam-lhe poucos meses de vida.

A notícia foi dada à adolescente britânica no dia 10 de dezembro, poucos dias antes do Natal. Na altura do diagnóstico, os médicos sugeriram que Dana começasse os tratamentos de quimioterapia depois de dar à luz em fevereiro. Contudo, a saúde da jovem piorou rapidamente e, no Natal, deu entrada num hospital com problemas respiratórios.

Os médicos decidiram então que, apesar de estar grávida, Dana devia começar a fazer radioterapia.

"Os médicos disseram que não teria problema para a saúde do bebé. Sinto que Deus decidiu por mim", contou a recém-mamã ao Daily Mail.

No dia 3 de janeiro, depois de várias sessões de radioterapia, os sintomas da doença estavam ainda mais fortes. Foi aí que os médicos decidiram agendar a cesariana para o dia seguinte. E no dia 4 de janeiro, Aries Marie, que a família descreve como "bebé milagre", nasceu em perfeito estado de saúde.

"Aries estava a chorar muito mas, quando foi para o colo da Dana, parou imediatamente", contou o tio da bebé à publicação britânica.

Quanto a Dana, a jovem continua a lutar pela vida com optimismo. "Agora estou à espera de um milagre para mim", conta emocionada adiantando que, neste momento, não consegue "fazer nada sozinha, nem vestir umas calças", mas que conta com o apoio da família e do namorado, que está sempre presente a cuidar dela e da filha.

No final da entrevista, Dana confessa que o seu único desejo é ser uma boa mãe. "Só quero ser uma mãe maravilhosa, mesmo que por pouco tempo", admite.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!