Sub-categorias

Notícia

Alerta máximo antes de eleições em França

Atirador estava identificado como potencial radical islâmico e tinha cadastro.
O ataque do Daesh que matou um polícia nos Campos Elísios, na noite de quinta-feira, colocou a França em alerta máximo para a primeira volta das eleições presidenciais de amanhã, com 11 candidatos - a segunda volta está marcada para 7 de maio.

Com Emmanuel Macron à frente de Marine Le Pen nas sondagens, a líder da Frente Nacional pediu o restabelecimento imediato das fronteiras e alguns candidatos foram acusados de aproveitarem o ataque para fazer campanha.

O caso está a ser investigado pela secção antiterrorista da procuradoria de Paris, que confirmou esta sexta-feira que o atirador abatido era Karim Cheurfi, um homem de 39 anos residente em Chelles, subúrbios de Paris, que já tinha sido identificado como potencial radical islâmico.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub