Sub-categorias

Notícia

ANC decide saída do presidente Jacob Zuma

Comité Executivo Nacional do partido no poder lançou ultimato ao chefe de Estado da África do Sul.
Por Francisco J. Gonçalves|13.02.18
  • partilhe
  • 2
  • +
O Congresso Nacional Africano (ANC) deu esta segunda-feira à noite 48 horas para que Jacob Zuma, o presidente da África do Sul, desacreditado por uma série de escândalos de corrupção, apresente a demissão. A meio da tarde, a rádio estatal SABC avançou que Zuma já teria aceitado deixar o poder, mas um porta-voz desmentiu e falou em "notícias falsas".

A reunião do Comité Executivo Nacional (NEC) do ANC decorreu num hotel de Pretória e opôs os apoiantes e críticos de Zuma. Estes desejam uma transferência rápida de poder para o atual vice-presidente, Cyril Ramaphosa, que em dezembro conquistou a liderança do ANC. Mas persiste no partido do falecido Nelson Mandela um núcleo duro de apoio ao desacreditado presidente Zuma.

O mandato presidencial termina em meados de 2019 e até agora Zuma nada disse sobre uma saída voluntária antes das eleições, às quais não pode concorrer, pois está a cumprir o segundo mandato consecutivo.

O parlamento sul-africano vota no próximo dia 22 uma moção de censura, mas Zuma já sobreviveu a outras seis. A mais recente, em agosto de 2017, foi a primeira com voto secreto, mas mesmo assim falhou: 198 deputados votaram contra a moção e 177 a favor.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!