Avião da TAP acidentado em Fez tinha aos comandos mulher piloto em formação

Aparelho efetuou aterragem brusca em Marrocos e voltou a voar para Lisboa. Há uma investigação em curso.
10.08.18

Uma co-piloto em formação a tripular pela primeira vez um avião comercial, da TAP Express, protagonizou um acidente no aeroporto de Fez, em Marrocos, que está a ser investigado pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF).

No passado dia 3 de julho, um ATR-72 da companhia aérea nacional, operado pela White Airways, transportou 58 passageiros de Fez para Lisboa, num voo que poderia não reunir as condições de segurança necessárias ao voo. 

De acordo com a descrição de ocorrência disponibilizado pelo GPIAAF e analisado pelo CM, tudo terá começado quando o aparelho, um ATR-72, realizou uma aterragem brusca na chegada à cidade marroquina, acabando por provocar um embate violento contra a pista. A copiloto que seguia na aeronave estava em formação pelo que o processo foi monitorizado pelo capitão que apesar de tudo admitiu não ter tido tempo de inverter a situação. 

Já em Fez, os 58 passageiros e os quatro tripulantes desembarcaram, e após uma inspeção ao aparelho por parte do comandante - que não detetou qualquer anomalia - começou-se a proceder ao embarque dos 55 passageiros que aguardavam no aeroporto para entrar no avião que os levaria até Lisboa naquela tarde. E assim foi: uma hora depois a aeronave levantou voo com destino ao aeroporto Humberto Delgado. 

A situação fez soar os alarmes às autoridades aeronáuticas marroquinas que, de imediato, contactaram as congéneres portuguesas. Foi então que o GPIAAF iniciou as investigações, enviando uma equipa às instalações de manutenção onde o ATR estava a ser vistoriado. Rapidamente foram detetados danos na fuselagem e no patim de cauda, consequências da aterragem brusca em Fez. Desde então que o aparelho não realizou mais voos comerciais.





pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!