Bancária deixa emprego de 6 mil euros/mês para testar brinquedos sexuais

Mulher de 37 anos é ajudada pelo noivo na nova carreira.
07.03.18

Uma bancária inglesa deixou o emprego que lhe garantia um salário de seis mil euros por mês e trocou de carreira. Atualmente o novo trabalho paga-lhe menos, mas garante-lhe "pelo menos 20 orgasmos por semana". Cara Douglas, de Lincolnshire, no Reino Unido, é agora uma analista profissional de brinquedos sexuais.

Cara admite que estava farta do antigo emprego e diz estar mais feliz ao testar vibradores, lubrificantes e outros aparelhos sexuais. A vida amorosa de Cara também melhorou: se antes mal tinha tempo para estar com o noivo, Darren, agora o companheiro até a ajuda no trabalho.

Cara trabalhar para várias empresas de brinquedos para adultos, mas a maior parte do seu rendimento vem do blogue Lovehoney que criou e onde faz as suas avaliações depois da experiência com cada objeto. Até ao momento, a mulher já experimentou quase 200 mil produtos diferentes.

"Estou a ganhar cerca de metade do que auferia quando trabalhava como gestora, mas tenho o dobro da diversão! Eu odiava trabalhar como bancária, agora sou paga para fazer algo que realmente me apaixona. Sempre gostei de brinquedos sexuais e sou uma sortuda em poder fazer carreira com o que era um hobby", confessa ao Metro.

A vida sexual de Cara também ganhou uma nova dimensão. "As vezes testo produtos com o Darren, obviamente. Já estamos juntos há oito anos, mas a nossa intimidade tornou-se mais especial. Claro que mantenho sempre o profissionalismo quando estou a avaliar um produto, mas tenho que dizer que o meu trabalho melhorou a nossa vida sexual enquanto casal. O sexo é como um músculo: quanto mais usares, mais forte e ativo vai ficar", explica a ex-bancária.

Orgulhosa de ser a autora da "maior base de dados de análises de brinquedos sexuais", Cara garante que nunca se arrepende de ter deixado a carreira de bancária no passado. "Os brinquedos sexuais mudaram a minha vida de tantas formas, todas positivas. Para mim são como temperos sexuais: adicionam novos ‘sabores’ ao sexo e aumentam a intimidade e comunicação entre casais. Por isso quis levar isso a todas as pessoas, para garantir que mais ninguém se sinta estagnado na relação que tem", conclui a inglesa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!