Sub-categorias

Notícia

Bebé sobrevive a operação para retirar gémea parasita

Operação decorreu durante 15 horas.
10.01.18

O bebé Haneen sobreviveu à separação cirúrgica da gémea, considerada pelos especialistas como um corpo parasita. A operação, que decorreu no Hospital Pediátrico King Abdullah em Riade, a capital da Arábia Saudita, teve início às 08h00 e terminou apenas às 23h00, perfazendo assim um total de 15 horas.

A intervenção começou por separar os intestinos e o fígado, passando depois para o sistema urinário. A parte final da mesma serviu para isolar as ancas, visto ser um dos passos mais complicados. Para alcançar este resultado foi ainda necessário a inserção de duas câmaras de tamanho reduzido nas duas uretras, que com o decorrer da operação foram retiradas e substituídas por cateteres.

Como já era esperado pelos médicos, Farah, que estava ligada a Haneen pela zona do abdómen, não sobreviveu à cirurgia sendo que tinha apenas uma parte do tecido cerebral necessário e não possuía nem pulmões nem coração.

Durante uma pausa na operação, Al Rabiah, o médico responsável, referiu que a cirurgia se encontrava "a decorrer como planeado", tendo-se tornado a 45ª operação de separação de gémeos a decorrer com sucesso no país do médio oriente.

Até ao momento não houve qualquer esclarecimento sobre o estado de saúde de Haneen. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub