Sub-categorias

Notícia

Comerciantes fecharam as portas em protesto contra falta de segurança na Venezuela

Também os clientes, os transeuntes e os autocarros de passageiros são vítimas da insegurança que tem aumentado nos últimos tempos.
Por Lusa|13.07.17
Dezenas de comerciantes, entre os quais vários portugueses, fecharam esta quinta-feira os seus estabelecimentos comerciais em San Juan de Los Morros, no Estado venezuelano de Guárico (150 quilómetros a sul de Caracas), em protesto contra a falta de segurança.

"Há estabelecimentos que são assaltados diariamente e não vemos soluções, da parte das autoridades, em matéria de segurança", explicou, por telefone, um comerciante português à agência Lusa.

"Nós, os comerciantes e empresários fechámos devido à insegurança que vivemos nos nossos estabelecimentos, exigindo que as autoridades tomem as ações pertinentes", explicam avisos colocados nas portas de várias lojas.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub