Sub-categorias

Notícia

Cortou o pescoço à mãe e foi jogar vídeojogos

Na origem da agressão está uma discussão pela compra de um novo comando.

Um brasileiro de 22 anos deu esta terça-feira uma estarrecedora exibição de desprezo pela vida humana e foi tranquilamente jogar vídeosjogos depois de ter cortado o pescoço da própria mãe. O caso ocorreu na cidade de Araruama, na chamada Região dos Lagos, no litoral do estado brasileiro do Rio de Janeiro e chocou os vizinhos da família e todos os que souberam do que aconteceu.

À inspetora que o prendeu, Janaína Peregrino, o rapaz disse que atacou a mãe, de 61 anos, durante um ataque de fúria por ela não querer comprar um novo comando para os vídeosjogos. Cheio de raiva, ele empunhou um x-ato e desferiu um golpe no pescoço da mãe.

A vítima ainda teve forças para correr para a rua e gritar a vizinhos por socorro, enquanto tentava fechar o grande ferimento e estancar o sangue. Socorrida inicialmente a uma Unidade de Pronto Atendimento do bairro, a vítima foi depois transferida para o Hospital Regional de Araruama, onde ao início da tarde desta terça-feira estava em estado grave.

Enquanto isso, o filho dela, como se nada tivesse acontecido, foi guardar o x-ato na casa de banho, onde a polícia encontrou o objeto usado na agressão, e em seguida voltou para o aparelho de vídeojogos que tinha suscitado a agressão. Quando a polícia entrou em casa, o agressor estava a jogar tranquilamente e não resistiu à prisão.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub