Sub-categorias

Notícia

Decisão de Trump inflama Médio Oriente

Presidente dos EUA informou líder palestiniano da intenção de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.
Por Ricardo Ramos|06.12.17
  • partilhe
  • 0
  • +
Donald Trump informou esta terça-feira o presidente palestiniano Mahmoud Abbas e outros líderes regionais de que tenciona reconhecer a cidade de Jerusalém como capital de Israel e transferir para lá a embaixada norte-americana, numa decisão que poderá enterrar de vez o processo de paz para o Médio Oriente e causar uma explosão de violência no mundo muçulmano.

A decisão de Trump, que poderá ser anunciada já hoje, acaba com a posição oficial norte-americana vigente há décadas de que o estatuto final de Jerusalém deve ser decidido nas negociações entre israelitas e palestinianos, que pretendem fazer da parte oriental da cidade a capital do seu futuro Estado. A comunidade internacional e as Nações Unidas, recorde-se, não reconhecem Jerusalém como capital de Israel e têm as suas embaixadas em Telavive.

Mesmo que Trump decida adiar por mais seis meses a transferência da embaixada para Jerusalém, como se especulava ontem em Washington, a decisão de reconhecer a cidade como capital de Israel irá provocar uma forte repercussão na região, não sendo de descartar a possibilidade de eclosão de protestos violentos. "Trump está a brincar com o fogo", avisou Daniel Benjamin, antigo responsável de contraterrorismo da Casa Branca.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub