Sub-categorias

Notícia

Três mortos em queda de helicóptero de organizadores de manifestação de extrema-direta

Protesto nacionalista levou a que cidade da Virgínia, nos EUA, declarasse estado de emergência.
Por Pedro Zagacho Gonçalves|12.08.17

Durante a tarde deste sábado foram registados violentos confrontos durante uma marcha supremacista branca, que provocou três mortos. Um carro abalroou um grupo de pessoas fazendo um morto e pelo menos 19 feridos e, horas depois, caiu também um helicóptero da extrema-direita, provocando dois mortos. 

Corinne Geller, porta-voz da Polícia do Estado de Virignia, diz que o piloto e o passageiro morreram no local, depois do despiste da aeronave. O acidente aconteceu algumas horas depois de um carro abalroar, intencionalmente, uma multidão de pessoas que protestavam pacificamente contra a manifestação nacionalista. Uma pessoa foi morta e pelo menos 19 foram feridas.


Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra os momentos depois de acontecer a queda do helicóptero.


Outro vídeo amador divulgado nas redes sociais, relatado pela agência noticiosa francesa France Presse (AFP), mostra um carro de cor escura que bate de forma violenta na parte traseira de um outro veículo e que faz depois uma manobra em sentido inverso, contra as pessoas.


Outras imagens mostram feridos deitados no chão.



Um repórter da agência noticiosa americana Associated Press relatou que viu pelo menos uma pessoa deitada no chão a receber assistência médica imediatamente após o incidente, que ocorreu cerca de duas horas após os confrontos violentos que envolveram este sábado apoiantes de um protesto nacionalista, organizado no centro daquela cidade do Estado da Virginia, e pessoas que contestavam essa mesma manifestação.

A mesma agência indicou que as autoridades estão no local do incidente.


Estado de emergência 
O 'blogger' de direita Jason Kessler planeou aquilo a que chamou "marcha pró-branca" para contestar a decisão de Charlottesville de remover a estátua do general Robert E. Lee de um parque no centro da cidade.

O governador da Virginia declarou o estado de emergência em resposta a este protesto e, através da sua conta na rede social Twitter, disse que tomou tal decisão para "ajudar o Estado a responder à violência" na marcha de Charlottesville, a cerca de 160 quilómetros de Washington.

Já na sexta-feira à noite tinha havido confrontos quando centenas de brancos nacionalistas marcharam no 'campus' da Universidade da Virginia com tochas. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Mamie13.08.17
    Parabéns Trump, "realmente" a america é "great again", mas em sentido contrário. Voltaram às manifestações do KKK e nacionalistas racistas. E tem lata de vir dizer que se deve aceitar todos indiferente de raça, cor ou religião. Este abriu o Circo USA e é ele o palhaço principal.
1 Comentário
  • De Mamie13.08.17
    Parabéns Trump, "realmente" a america é "great again", mas em sentido contrário. Voltaram às manifestações do KKK e nacionalistas racistas. E tem lata de vir dizer que se deve aceitar todos indiferente de raça, cor ou religião. Este abriu o Circo USA e é ele o palhaço principal.
    Responder
     
     0
    !

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub