Sub-categorias

Notícia

Dispara caçadeira dentro da vagina da namorada

Homem fugiu de hotel depois de jogo sexual que correu mal e deixou a parceira a esvair-se em sangue.
Por Pedro Zagacho Gonçalves|11.08.17

Um homem que disparou uma caçadeira dentro da vagina da namorada enfrenta uma pena de até 10 anos de prisão. David Jeffers, de 47 anos, fugiu de um hotel em Manchester, no Reino Unido, onde o casal estava, e deixou a parceira a esvair-se em sangue, depois do acidente durante um jogo sexual.

A vítima, de 46 anos, tinha dito a David que tinha a fantasia de lhe inserirem uma arma na vagina e os dois prepararam um jogo sexual à volta do fetiche. "Nem consigo dormir de tão excitada que extou", disse a mulher horas antes de sofrer graves lesões na bexiga e órgãos reprodutores.

O casal bebeu álcool antes do encontro sexual. David Jeffers, que vivem em Leeds, disse às autoridades que tinha encontrado a arma na casa de banho de um bar de uma estação de comboios e que não sabia que estava carregada.

Ao inserir a caçadeira nos genitais da companheira, o homem colocou o dedo no gatilho e, por acidente, disparou. Horrorizado com o que tinha feito, o homem vestiu-se imediatamente e saiu do Brittannia Hotel, informando a receção da unidade hoteleira do que se tinha passado quando já ia a caminho de casa.

Um empregado do hotel encontrou a mulher nua, a sangrar abundantemente enquanto gritava "Estou em agonia, ajude-me que eu vou morrer".

A mulher foi levada de emergência pra um hospital local com múltiplas lesões no interior e exterior da vagina, abdómen e sistema urinário. Foi salva pelos médicos, mas algumas lesões são irreversíveis. A vítima, mais de sete meses após o crime, continua a recuperar.

David Jeffers vai agora começar a ser julgado. Está acusado de tentativa de homicídio, mas só se deu como culpado do crime de posse de arma sem licença.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub