‘Dr. Bumbum’ detido no Rio de Janeiro

Denis Furtado fugiu depois de uma paciente que operou aos glúteos morrer devido a complicações da cirurgia.
O cirurgião plástico brasileiro, conhecido como ‘Dr. Bumbum’, fugitivo desde a morte de uma paciente, no domingo, foi preso ontem num centro empresarial da Barra da Tijuca, oeste do Rio de Janeiro. Denis Cesar Barros Furtado e a mãe, Maria de Fátima Furtado, estavam no escritório de um advogado e foram localizados e presos após denúncia anónima.

O ‘Dr. Bumbum’ era procurado pela morte da bancária Lilian Calixto, de 46 anos, que sábado se submeteu a uma cirurgia nos glúteos, no apartamento de Denis, num prédio da Barra. Horas depois Lilian sentiu- -se mal e foi levada para o Hospital Barra d’Or, onde morreu na madrugada de domingo.
Na esquadra, o ‘Dr. Bumbum’ alegou que o seu procedimento médico foi correto, disse ter a experiência de mais de 9000 cirurgias semelhantes e considerou o caso uma fatalidade.

O advogado tentou atirar culpas para o hospital, declarando que a paciente saiu do apartamento de Denis pelo seu próprio pé e que só morreu no Barra d’Or. O médico é arguido em dez processos em vários estados brasileiros, por acusações de homicídio, ameaça, porte ilegal de arma, desacato e burla. Lilian, casada e mãe de dois filhos, vivia em Cuiabá, capital de Mato Grosso, onde pretendia regressar no dia da cirurgia, pelo que deixou um táxi à sua espera.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!