Sub-categorias

Notícia

Eleições marcadas por plano terrorista

Vinte sérvios presos por planearem perturbar o escrutínio no Montenegro.
Por Francisco J. Gonçalves|17.10.16
  • partilhe
  • 0
  • +
Eleições marcadas por plano terrorista
Primeiro-ministro, Milo Djukanovic, já cumpriu quatro mandatos Foto Stevo Vasiljevic/Reuters
As eleições legislativas deste domingo no Montenegro foram ensombradas pela detenção de 20 sérvios, alegadamente envolvidos num plano de atentados para perturbar o escrutínio.

A eleição foi apresentada aos eleitores pelo primeiro-ministro Milo Djukanovic como uma escolha entre a via de aproximação à UE e à NATO, seguida pelo seu Partido Democrático dos Socialistas do Montenegro (DPS), ou a redução do país a "uma colónia da Rússia" sob a batuta da oposição. Segundo sondagens à boca de urnas, o DPS deveria ganhar, dando a Djukanovic o segundo mandato consecutivo e o quinta da sua longa vida política.

Sobre os sérvios detidos, a polícia afirmou: "Entraram no Montenegro com a intenção de obter armas automáticas e de atacar instituições, a polícia e representantes do Estado, incluindo líderes do país". O grupo seria liderado pelo antigo chefe da polícia sérvia Bratislav Dikic, também detido.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub