Sub-categorias

Notícia

Emirates reduz voos para os EUA devido às medidas de Trump

Companhia aérea passa a voar apenas para cinco cidades.
19.04.17
  • partilhe
  • 1
  • +
A maior companhia aérea em termos de tráfego, a Emirates Airline, anunciou esta quarta-feira uma redução nos voos para cinco cidades norte-americanas no seguimento das medidas do Governo dos Estados Unidos, que abrandaram a marcação de reservas.

"Nos últimos três meses, temos visto uma significativa deterioração no perfil de marcações de viagens em todas as nossas rotas norte-americanas, em vários segmentos de viagem", lê-se numa nota da transportadora citada pelo Wall Street Journal, para quem "esta ação é o mais claro sinal do impacto dos esforços do Presidente Trump para limitar a imigração de vários países com maioria muçulmana e impedir a utilização de dispositivos eletrónicos a bordo".

"A Emirates respondeu, assim, como qualquer organização orientada para o lucro faria, e vamos redestacar a nossa capacidade para servir a procura noutras rotas da nossa oferta global", acrescenta a empresa.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub