Sub-categorias

Notícia

EUA e especialistas suspeitam que ciberataque em curso veio da Coreia do Norte

Código do programa malicioso é semelhante ao usado em ataques anteriores.
Por Lusa|16.05.17
EUA e especialistas suspeitam que ciberataque em curso veio da Coreia do Norte
Portugal não escapou aos efeitos do ciberataque, que afetou 200 mil computadores em 150 países Foto Sérgio Lemos
Funcionários dos serviços de informações dos Estados Unidos e especialistas do setor privado suspeitam que piratas informáticos de Pyongyang estão por detrás do ciberataque mundial que afetou cerca de 300 mil computadores, noticiou o New York Times.

O jornal norte-americano indicou que alguns dos códigos utilizados pelo vírus 'WannaCry' coincidem com os utilizados em ataques informáticos norte-coreanos passados, como o de 2014 à empresa Sony, apesar de não ser uma prova definitiva do envolvimento de Pyongyang, já que piratas de outros países podem ter copiado o método.

A empresa californiana de segurança informática Symantec identificou numa versão de 'WannaCry', o código dos ataques ao banco central do Bangladesh em 2016, a bancos polacos no início do ano ou à Sony Pictures Entertainment em retaliação pelo filme "The Interview", uma sátira do líder norte-coreano, Kim Jong-un.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub