Sub-categorias

Notícia

Ex-governador preso durante programa de rádio

Anthony Garotinho estava em direto, no Rio de Janeiro.

O ex-governador do estado brasileiro do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, foi preso esta quarta-feira quando apresentava o seu programa "Fala Garotinho" na Rádio Tupi, na cidade do Rio de Janeiro. Garotinho, cujo nome está há décadas ligado a denúncias de corrupção, foi detido desta feita por um crime eleitoral praticado na cidade de Campos dos Goitacazes, no extremo norte do estado, que tanto ele quanto a esposa, Rosinha Garotinho, já comandaram.

Agentes da Polícia Federal, munidos do mandado de prisão, foram até aos estúdios da "Rádio Tupi" e chegaram quando o ex-governador estava ao vivo ao microfone. Os agentes esperaram um intervalo na programação e deram voz de prisão ao antigo governador.

Após o intervalo, um outro locutor assumiu o microfone e continuou o programa dando uma desculpa para a súbita ausência de Garotinho. O locutor alegou que o ex-governador tinha tido de se ausentar por motivos de saúde, pois piorara de um problema na garganta.

A ordem de prisão foi exarada pelo juíz eleitoral Ralph Manhães, de Campos dos Goitacazes, que acusa Garotinho de, quando era secretário municipal naquela cidade e candidato a autarca, distribuir cheques auxílio a famílias carenciadas em troca da promessa de votos. De acordo com o magistrado, Anthony Garotinho tentou repetidas vezes atrapalhar o processo que tramita na justiça contra ele por esse crime e, por isso, não restou outra alternativa a nnão ser decretar a prisão dele, para o conter.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub