Sub-categorias

Notícia

França assinala um ano do sábado sangrento no supermercado judeu

Morreram quatro judeus e uma jovem polícia municipal.
09.01.16
  • partilhe
  • 0
  • +
França assinala um ano do sábado sangrento no supermercado judeu
Memorial junto ao supermercado Hyper Cacher Foto Reuters

A França assinala este sábado o sábado sangrento no Hyper Cacher, onde quatro judeus foram mortos pelo jihadista Amédy Coulibaly a 09 de janeiro de 2015, após o assassinato de uma jovem polícia municipal, ao qual será rendido um tributo.

O Presidente francês, François Hollande, descerrou no final da manhã em Montrouge, perto de Paris, uma placa "em memória de Clarissa Jean-Philippe", a polícia municipal de 26 anos "assassinada neste lugar a 08 de janeiro de 2015, vítima do terrorismo e no desempenho de seu dever".

Um coral de crianças cantaram a Marselhesa, o hino francês, e foi feito um minuto de silêncio durante esta breve cerimónia.

Já na terça-feira em Paris foram feitas homenagens semelhantes mas desta vez às vítimas do jornal satírico Charlie Hebdo, ao polícia Ahmed Merabet e aos quatro judeus mortos no Hyper Cacher.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub