Sub-categorias

Notícia

Governo português tenta aproximação a Angola

António Costa vai reunir-se com o chefe de Estado angolano na Suíça, no fim do mês.
Por Diana Ramos|14.01.18
O Governo está a tentar a todo o custo uma reaproximação a Angola. O primeiro-ministro, António Costa, tem já uma reunião agendada com o presidente angolano, João Lourenço, para o final deste mês, na qual irá tentar dirimir argumentos para aliviar a pressão nas relações diplomáticas e económicas. A ‘colocação na gaveta’, sem homologação, do parecer da Procuradoria-Geral da República sobre a imunidade do antigo vice-presidente angolano, Manuel Vicente, será um dos trunfos do Governo.

Foi o próprio António Costa a confirmar a reunião: "Tenho um novo encontro marcado para Davos [Suíça] dentro de duas semanas. Portanto, as relações entre Portugal e Angola vão decorrer com toda a normalidade possível, num contexto em que há um problema." O problema é judicial: Angola considerou uma "ofensa" o facto de Manuel Vicente ter sido acusado de corrupção por ter realizado alegados pagamentos no valor de 760 mil euros ao ex- -procurador Orlando Figueira, de forma a obter decisões favoráveis em dois inquéritos que corriam no DCIAP. Manuel Vicente foi acusado sem ter sido ouvido e quando foi pedido a Portugal que remetesse o processo para Angola, o Ministério Público – com validação do juiz – considerou que o envio não asseguraria "a boa administração da Justiça".

A única vez que Costa esteve com João Lourenço foi numa conversa à margem da cimeira UE-África, em novembro, depois de o primeiro-ministro português ter estado ausente da tomada de posse de Lourenço.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub